domingo, 28 de fevereiro de 2016

Lula não teme qualquer investigação, diz assessoria

: Em nota, o Instituto Lula destaca que o ex-presidente "não é réu em nenhuma ação relativa à chamada 'Operação Lava Jato' e, portanto, não é 'acusado' de nenhuma conduta ilícita"; por isso, ressalta o texto, as declarações do procurador Deltan Dallagnol à Folha de S. Paulo, de que "acusados da Lava Jato tentam criar 'teoria da conspiração'", "não podem ter qualquer relação com o ex-presidente Lula, ao contrário do que afirmam o título e o texto da reportagem"
28 de Fevereiro de 2016 às 20:23
247 - O Instituto Lula divulgou uma nota na noite deste sábado 28 ressaltando que o ex-presidente "não teme qualquer investigação", "não é réu em nenhuma ação relativa à chamada 'Operação Lava Jato' e, portanto, não é 'acusado' de nenhuma conduta ilícita".
Por isso, ressalta o texto, as declarações do procurador Deltan Dallagnol à Folha de S. Paulo, de que "acusados da Lava Jato tentam criar 'teoria da conspiração'", "não podem ter qualquer relação com o ex-presidente Lula, ao contrário do que afirmam o título e o texto da reportagem"
Abaixo, a íntegra da nota:
NOTA À IMPRENSA
Lula não teme investigações: rejeita o arbítrio
São Paulo, 28 de fevereiro de 2016
Em relação à reportagem publicada em 29/02/2016 pela Folha de São Paulo ("Procurador diz que acusados da Lava Jato tentam criar 'teoria da conspiração"), é preciso esclarecer que o ex-presidente Lula não é réu em nenhuma ação relativa à chamada "Operação Lava Jato" e, portanto, não é "acusado" de nenhuma conduta ilícita.
Dessa forma, as declarações feitas ao jornal na noite de sábado pelo Procurador da República Deltan Delagnol, ao contrário do que afirmam o título e o texto da reportagem, não podem ter qualquer relação com o ex-presidente Lula.
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sempre agiu com estrita observância da lei e não teme qualquer investigação, desde que conduzida por autoridade competente nos termos das regras estabelecidas na Constituição Federal e nas leis do País.
Este foi o sentido da representação ao CNMP, parcialmente acolhida, para redistribuição de inquérito no âmbito do Ministério Público de São Paulo, e é o objetivo da ação movida no STF para dirimir o conflito de atribuições entre os MPs Federal e de São Paulo. Lula não teme investigações. Rejeita, como todo democrata, o arbítrio.
https://www.brasil247.com/pt/247/poder/218931/Lula-não-teme-qualquer-investigação-diz-assessoria.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário