sexta-feira, 4 de julho de 2014

Único prefeito do PSDB na Região, Maranhão declara voto em Dilma

 

Por: Redação  (pauta@abcdmaior.com.br)

Presidente Dilma ganha novo aliado no ABCD. Foto: Rodrigo Pinto

Presidente Dilma ganha novo aliado no ABCD. Foto: Rodrigo Pinto

Durante cerimônia de assinatura do PAC, Gabriel Maranhão afirmou que seu coração é vermelho

O único prefeito do PSDB no ABCD, Gabriel Maranhão, que administra Rio Grande da Serra, declarou nesta quarta-feira (02/06) que irá votar em Dilma Rousseff (PT), que tentará a reeleição. Maranhão chegou a dizer que seu “coração é vermelho”, durante assinatura de convênio para obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Rio Grande foi uma das cidades contempladas, com R$ 41 milhões. 

“Quero enaltecer as obras da presidenta, que hoje vem fazendo uma política muito republicana. A senhora sabe que eu sou do PSDB, mas meu coração e minha alma são vermelhos. E a senhora fez com que Brasília fosse mais próximo de Rio Grande da Serra do que o Palácio dos Bandeirantes. Não sei se tá passando ao vivo no jornal da NBR, não sei quem está assistindo em São Paulo. Não foi em vão que eu tô aqui hoje ao lado da presidenta. A senhora tem a minha gratidão, meu reconhecimento e principalmente a senhora tem o meu voto”, afirmou Maranhão em discurso.  

Assinatura - A presidente da República, Dilma Rousseff, recebeu nesta quarta-feira (02/07), no Palácio do Planalto, o presidente do Consórcio Intermunicipal e prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), juntamente com os demais prefeitos do ABCD, para cerimônia de assinatura dos contratos do PAC Mobilidade (Plano de Aceleração do Crescimento). O investimento em obras e projetos previstos ultrapassa R$ 461,6 milhões, com recursos do OGU (Orçamento Geral da União).

A assinatura dos contratos permitirá aos municípios dar andamento às licitações, buscando viabilizar o início das obras e projetos ainda em 2014. O pacote faz parte da primeira etapa dos investimentos em Mobilidade Urbana anunciados em agosto do ano passado, que atingem um total de aproximadamente R$ 870 milhões, incluindo verbas OGU e financiamento. 

Desse total, R$ 31,6 milhões irão para projetos que serão contratados pelo Consórcio, e que irão alavancar uma segunda etapa de intervenções com valor estimado de R$ 1,1 bilhão.

Além dos R$ 31,6 milhões para o Consórcio, serão assinados contratos no valor de R$ 125 milhões para obras em Diadema (Eixo Alvarenga/ Robert Kennedy/Couros e Ligação Leste-Oeste); R$ 108 milhões para Mauá (Eixo Corredor Sudeste e Viaduto Zaíra/ Eixo Barão de Mauá/Centro); R$ 41 milhões para Rio Grande da Serra (Eixo Corredor Sudeste); R$ 98 milhões para São Bernardo (Eixos Guido Aliberti, Lauro Gomes, Taioca, Corredor Sudeste, Ligação Leste-Oeste e Corredor Alvarenga/Robert Kennedy/Couros – avenidas marginais Ribeirão dos Couros) e R$ 58 milhões para Ribeirão Pires (transposição da via férrea interligando Centro Alto e região central).

http://abcdmaior.com.br/noticia_exibir.php?noticia=60251

Nenhum comentário:

Postar um comentário