terça-feira, 4 de dezembro de 2018

PF testará sua independência no caso Paulo Guedes, diz Tereza Cruvinel


247 – "Na próxima quarta-feira, o futuro czar da economia no governo Bolsonaro, Paulo Guedes, prestará depoimento à Polícia Federal no inquérito que apura supostas irregularidades em seus negócios com fundos de pensão de estatais. Em seis anos ele fez fortuna ao captar cerca de R$ 1 bilhão de sete fundos", diz a colunista Tereza Cruvinel, em artigo publicado neste domingo, no Jornal do Brasil. "O caso de Guedes, no futuro, indicará se PF e Ministério Público continuarão desfrutando da independência conquistada nos governos petistas", afirma.

"A PF está apurando se Guedes cometeu os crimes de gestão fraudulenta ou temerária ao captar recursos das entidades de previdência complementar dos empregados de estatais. Também será averiguada a hipótese de emissão e negociação de títulos garantias suficientes. Sua defesa defende a lisura das operações. Na Procuradoria Geral da República a investigação é conduzida por um falcão, o procurador Anselmo Henrique Cordeiro Lopes, que já denunciou outras autoridades envolvidas com ilícitos nos fundos de pensão. A ele é que Guedes prestará depoimento na quarta-feira. Dirigentes dos fundos, quase todos ligados ao PT ou ao MDB, também são investigados. A partir da posse de Bolsonaro, e de sua nomeação, Guedes passa a ter foro especial no STF. A continuidade das investigações será um bom teste sobre a atuação do próprio STF, tendo como alvo o segundo homem mais forte do novo regime, bem como da independência da PGR e da PF", pontua ainda a jornalista.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/376605/PF-testar%C3%A1-sua-independ%C3%AAncia-no-caso-Paulo-Guedes-diz-Tereza-Cruvinel.htm?fbclid=IwAR0IcWQ1aatqqOddD3_cdwHUI76ahUAEMtcKtOxjUMlnW_qibXwkIGAEudU#.XAOzjbRwhQg.facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário