domingo, 31 de maio de 2020

Europeus chamam ministra da Agricultura de "senhora desmatamento" e “musa do veneno”


No auge das queimadas na Amazônia no ano de 2019, Jair Bolsonaro chamava a França de “imperialista” e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, travava a Conferência do Clima

31 de maio de 2020, 07:36 h Atualizado em 31 de maio de 2020, 07:44

Brasilia DF - ministra da Agricultura no governo de Jair Bolsonaro, Tereza Cristina Brasilia DF - ministra da Agricultura no governo de Jair Bolsonaro, Tereza Cristina (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

247 - O jornal francês de reconhecimento internacional, Le Monde descreveu a ministra da Agricultura do Brasil, Tereza Cristina, como “senhora desmatamento” e “musa do veneno” em reportagem publicada na última sexta-feira (29), em meio a uma investida da União Europeia que pode prejudicar interesses de exportadores brasileiros. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

No ano passado, enquanto as autoridades brasieliras “enfrentavam” o recorde de queimada e desmatamento na Amazônia, Jair Bolsonaro chamava a França de “imperialista” e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, travava a Conferência do Clima. 

Fonte: https://www.brasil247.com/mundo/europeus-chamam-ministra-da-agricultura-de-senhora-desmatamento-e-musa-do-veneno

Nenhum comentário:

Postar um comentário