segunda-feira, 3 de abril de 2017

MERCADO VÊ ECONOMIA ESTAGNADA E SELIC EM 8,75% PARA 2017

Danilin Vasily Do Infomoney - Economistas de mercado consultados pelo Banco Central revisaram para baixo suas projeções para a inflação e a taxa básica de juros em 2017, mas mantiveram inalterada a estimativa para a atividade econômica neste ano, segundo a edição mais recente do relatório Focus, divulgada na manhã desta segunda-feira (3).
As expectativas dos especialistas consultados semanalmente pela autoridade monetária para a inflação oficial medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) caíram de 4,12% para 4,10%, e a taxa de juros esperada para o fim do ano cedeu de 9,00% para 8,75%. Enquanto isso, a projeção para o PIB (Produto Interno Bruto) permaneceu em 0,47%.
As expectativas para os principais indicadores de 2018 também seguiram inalteradas na última semana de março: as estimativas para o PIB do ano que vem ficaram em 2,50%, para a taxa Selic esperada para o fim do ano ficou em 8,75% e para o IPCA, em 4,50%.
Já a taxa de câmbio esperada para o fim de 2017 recuou de R$ 3,28 para R$ 3,25 e a referente ao fim de 2018 seguiu em R$ 3,40.
Entre os cinco economistas que mais acertam, no cenário de curto prazo, a mediana das projeções para o IPCA deste ano caiu de 3,90% para 3,71% neste ano e se manteve em 4,50% no ano seguinte. A estimativa para taxa Selic recuou de 8,88% para 8,63% ao fim de 2017 e seguiu em 8,50% para o final de 2018. A cotação esperada para o dólar permaneceu em R$ 3,35 e R$ 3,50, respectivamente.
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/288377/Mercado-v%C3%AA-economia-estagnada-e-Selic-em-875-para-2017.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário