quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

INVASÕES NA PRAIA DO PREÁ

Por Antônio Dos Santos Lima
Cruz. A invasão da Praia do Preá, com construções de barracas, foi um assunto que se propagou com grande alarde e fez parte das rodas de conversa e até na justiça.
Tivemos a cautela de ir ao local para comprovar a veracidade dos fatos, haja vista que se tratava de um acontecimento que vinha chamando bastante atenção pela gravidade do caso, inclusive, comentando-se que, caso providencias não fossem tomadas, muitas pousadas estariam despostas a fecharem as portas devido estarem sendo prejudicadas. Na tarde de quinta-feira, 09/02, a nossa reportagem foi ao local para constatar, em loco, tudo que havia sido comentado e denunciado às autoridades.
No momento da visita, não foi encontrado ninguém no local. Fotografamos e contamos 14 barracas de palhas, sendo uma com churrasqueira de alvenaria, construções antigas e outras em fase de construção. Tudo muito simples e modestas. Algumas são pequenas coberturas de palhas para proteção de pequenos barcos de pesca artesanal. Conversamos com um argentino que caminhava pela praia que nos disse que todas iam ser derrubadas. Falei com um pescador, que estava com uma rede na água, que apontou para as barracas que iam ser derrubadas. Ninguém se mostrou incomodados com estas construções. Na verdade, a nossa missão é de mostrar a realidade dos fatos de forma imparcial. Por que derrubar? Porque não derrubar? Será que todas serão retiradas ou apenas aquelas que pertencerem aos mais fracos? Ou nada será feito? Não me compete responder nem decidir, mas, sim, mostrar a realidade dos fatos, informar é a nossa missão.
Dr. Lima
Radialista
A imagem pode conter: céu, nuvem, casa, montanha, árvore, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: nuvem, céu, casa, montanha, oceano, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: céu, nuvem, árvore, praia, montanha, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: oceano, céu, nuvem, praia, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: céu, oceano, atividades ao ar livre e natureza

Nenhum comentário:

Postar um comentário