terça-feira, 25 de abril de 2017

DILMA: SÓ UM NOVO GOLPE IMPEDIRÁ A VOLTA DE LULA

Ivan Stephens / Stuckert 247 – A presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, afirmou nesta segunda-feira 24, de passagem pelo México, que só "por meios golpistas é possível invalidar um processo de eleição livre, direta, onde se respeite o voto popular", e assim, evitar o triunfo do ex-presidente Lula nas eleições.
A declaração foi feita em entrevista ao jornal La Jornada (leia aqui). Na palestra que deu no seminário "América Latina: política, futuro, igualdade", promovido pelo Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais, Dilma também defendeu a candidatura de Lula e mostrou confiança em sua vitória, com base nas últimas pesquisas de intenção de voto.
"Não podem tirar o Lula do processo eleitoral. Apesar de darem grande espaço nos meios de comunicação para destruir sua biografia, ele é o mais apoiado. Depois dele, quem tem mais apoio é de extrema direita", lembrou.
Dilma Rousseff ressaltou também que "a América Latina está num processo de retorno ao neoliberalismo" e criticou duramente as políticas "neoliberais" adotadas pelo governo "ilegítimo" de Michel Temer. "Não é uma questão única do Brasil: toda a América Latina está num processo de retorno ao neoliberalismo", disse. "Aproveitaram a crise emergente para chegar ao poder. Se não tivessem nos culpado pela crise econômica, não teriam conseguido", completou.
"O Governo ilegítimo está implementando políticas como o congelamento dos gastos públicos por 20 anos; isso significa o congelamento dos gastos em educação e saúde, que afeta os mais pobres", lembrou Dilma. "Sem investimento em ciência e educação, não poderemos entrar na economia do conhecimento", acrescentou. Ela denunciou ainda a "precarização" do trabalho no Brasil, "uma das características fundamentais do neoliberalismo".
http://www.brasil247.com/pt/247/poder/292064/Dilma-s%C3%B3-um-novo-golpe-impedir%C3%A1-a-volta-de-Lula.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário