domingo, 3 de maio de 2015

Novo escândalo aéreo atinge Aécio Neves

 

: 3 de Maio de 2015 às 06:51

247 - O presidente nacional do PSDB e senador Aécio Neves (MG) utilizou aeronaves de uso exclusivo do governo de Minas Gerais, sem a presença de autoridade estadual, ao menos seis vezes após deixar o cargo de governador, em 2010.

Segundo denúncia da Folha de S. Paulo, as viagens aconteceram entre 2011 e 2012, de acordo com informações de relatório do Gabinete Militar do Estado.

Nesse período, o tucano já havia assumido o cargo de senador e eleito seu sucessor no Executivo mineiro, Antônio Anastasia, que hoje também é senador.

Uma das aeronaves, responsável pelo transporte de uma das viagens, é de atendimento exclusivo do governador - seu uso foi regulamentado por decreto pelo próprio Aécio Neves.

Enquanto a outra, que realizou outros cinco voos, atende ao vice-governador, secretários e autoridades em "missão oficial". Em resposta ao jornal, o parlamentar, um dos mais ferrenhos opositores ao governo Dilma, justificou que estava em missão a pedido de Anastasia.

Este é o segundo escândalo aéreo envolvendo Aécio Neves. O primeiro, sobre a construção de um aeródromo no município de Cláudio (MG), em terras que pertenciam ao seu tio-avô, até hoje não foi esclarecido pelo parlamentar.

http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/179363/Novo-escândalo-aéreo-atinge-Aécio-Neves.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário