segunda-feira, 10 de junho de 2019

Greenwald guardou cópia de mensagens secretas para evitar confisco de provas


<?XML:NAMESPACE PREFIX = "[default] http://www.w3.org/2000/svg" NS = "http://www.w3.org/2000/svg" />

"O site The Intercept  informou que 'tomou providências para proteger a íntegra do material, com cópias no Brasil e no exterior'. Segundo o jornalista Glenn Grenwald, 'o objetivo é evitar que qualquer autoridade brasileira tente impedir sua divulgação'", destaca o jornalista Fernando Brito, do Tijolaço

10 de Junho de 2019 às 08:54

Por Fernando Brito, do Tijolaço - À Folha, o  site The Intercept  informou que “tomou providências para proteger a íntegra do material, com cópias no Brasil e no exterior.” Segundo o jornalista Glenn Grenwald, “o objetivo é evitar que qualquer autoridade brasileira tente impedir sua divulgação”.

É, ao mesmo tempo, sinal de que há mais diálogos a serem revelados, como manda a tradicional técnica jornalística de guardar “suítes” para depois, quando o caso noticiado já adquiriu repercussão.

“É um vazamento muito maior do que o do caso Snowden”, relatou Greenwal, referindo-se à revelação, em 2013, da espionagem da NSA norteamericana sobre dcidadãos do país e autoridades estrangeiras.”Nunca vi algo tão extenso”, disse ele.

Greenwald disse ainda ao jornal que” a obtenção do material não tem nenhuma relação com a invasão, na terça-feira (4), ao celular de Moro”. O próprio ministro afirmou que nenhuma informação foi roubada do aparelho.

“O arquivo que possuímos não tem nada a ver com esse episódio do hacker. Recebemos tudo semanas atrás. A fonte nos procurou há cerca de um mês”.

Depois de cinco anos de vazamentos “oficiais” e de tantos elogios de Moro, citando a “Operação Mãos Limpas”, à importância da conquista da opinião pública como forma de vencer as resist~encias á aplicação das leis aos poderosos, Moro, o poderosíssimo, terá dificuldades de sustentar o discurso de quem tem violado o direito a ter privadas as suas comunicações.

Até porque não se trata de contatos íntimos, mas de diálogos e acertos entre dois agentes da Justiça num processo criminal.

Tudo indica que Greenwald tem mais a revelar.

A Folha, com atraso, cedeu e colocou o assunto em sua manchete do site. Globo e Estadão desconhecem, até agora. Mas a internet faz a sua parte: as hashtags  “Vaza Jato”, ‘Moro” , “Telegram” (o aplicativo de mensagens que usaram) e Intercept lideram as menções no Twitter esta noite.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/396169/Greenwald-guardou-c%C3%B3pia-de-mensagens-secretas-para-evitar-confisco-de-provas.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário