segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Luiz Couto revela ter sofrido ameaças durante a campanha eleitoral

 

luizcoutocampanhafrO deputado Luiz Couto
(PT-PB
) denunciou na tribuna da Câmara, na semana passada, que enfrentou durante a campanha eleitoral a ira daqueles a quem combate permanentemente: “o crime organizado, os grupos de extermínios, os corruptos, os exploradores e abusadores sexuais de crianças e adolescentes”.

Luiz Couto relatou que quando sabiam que os resultados das pesquisas eram favoráveis à sua candidatura, aqueles que detêm o poder econômico usavam “de expediente escuso, imoral e ilegal, destruindo nosso material de campanha; espalhando calúnias e injúrias sobre minha pessoa e comprando votos”.

O deputado contou que em alguns lugares por onde passava muitos gritavam e diziam em tom de ameaça: “seu tempo de vida está terminando, pois sua derrota nos dará a chance de executá-lo”.

“Espalharam mentiras sobre votações contrárias aos interesses de determinadas classes, o que não ocorreu. Espalharam a calúnia de que eu defendia bandido e várias vezes me chamaram de bandido. Deus me deu força e coragem e com sua graça resisti, complementou, Luiz Couto”.

O parlamentar reeleito afirmou que “nunca se viu tanta compra de votos, tanta corrupção, injúria e difamação, tantas mentiras, tantas traições, tantas infidelidades partidárias, tanto uso do poder econômico”.

Depois de destacar que não dá para continuar tendo eleições “com este sistema político corrompido e apodrecido”, Luiz Couto disse que “ou fazemos uma profunda reforma no nosso sistema político, através de uma Constituinte Exclusiva e a partir de um plebiscito popular, ou o caos na política continuará como uma força destrutiva de sonhos e utopias”.

O petista assinalou que “apesar de todas as dificuldades por que passamos, apesar de todas as frustrações da Paraíba, eu nunca estive mais esperançoso sobre o nosso futuro”.

PT na Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário