segunda-feira, 16 de abril de 2012

José Airton tenta acabar com "romaria de pedidos" de deputados nos ministérios

 

A PEC 152 trata da proibição, por parte do Governo Federal, de bloquear e contingenciar dotações orçamentárias consignadas na Lei Orçamentária resultantes de emendas.

Por: Roberta Farias

Queixas sobre a demora na transferência de recursos da União destinados a Estados e Municípios são constantes entre representantes da bancada federal cearense.

Na tentativa de reverter a situação, o deputado federal José Airton Cirilo (PT) falou nesta segunda-feira (16), durante entrevista ao jornal Alerta Geral, da apresentação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 152, que acrescenta o inciso XII ao art. 16, que trata da proibição, por parte do Governo Federal, de bloquear, contingenciar dotações orçamentárias consignadas na Lei Orçamentária resultantes de emendas parlamentares e que se destinam a cobrir despesas com educação, saúde e assistência social.

“Nós aprovamos o orçamento geral da União e, infelizmente, mesmo sendo aprovado pelo Congresso Nacional, o orçamento acaba não valendo nada, porque o governo contingencia boa parte desse orçamento, além de cortar vários recursos que estão destinados dentro da Lei Orçamentária”, lamenta o deputado.

O processo desgastante ao tentar buscar recursos junto à Esplanada dos Ministérios é classificado pelo parlamentar como “romaria de pedidos”.

“Você vivencia uma situação de mendicância, uma romaria de pedidos nos gabinetes ministeriais, implorando uma coisa que é direito assegurado pela Lei Orçamentária”, ressalta. Acompanhe no player abaixo, a entrevista completa que foi ao ar na edição desta segunda-feira (16) no Alerta Geral.

Áudio: http://www.cearaagora.com.br/noticias/politica/jose-airton-tenta-acabar-com-romaria-de-pedidos-de-deputados-nos-ministerios

COMPARTILHAR





Claudia Vidal - Jornalista: DRT 6203/PR

(85) 8710.1313

Nenhum comentário:

Postar um comentário