sábado, 12 de maio de 2018

Vanessa sobre dois anos de Temer: “nada de parabéns, apenas pêsames”


Esq.: Waldemir Barreto - Ag. Senado / Dir.: Ueslei Marcelino - Reuters

247 - A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) foi mais uma parlamentar que desferiu críticas ao governo de Michel Temer, que neste sábado (12) completou dois anos como ocupante da presidência da República. A parlamentar convocou usuários do Twitter a deixaram uma mensagem para Temer no post dela.

"Governo Temer faz aniversário hoje... Quem puder deixa uma mensagem pra ele aqui. A minha é que nestes dois anos de desgoverno, só houve retrocessos e ataques ao povo trabalhador. Nada de parabéns, apenas pêsames", disse a congressista na rede social.

Temer é o mais impopular ocupante do Palácio do Planalto em nível mundial e também desde a redemocratização no Brasil, em 1985. O emedebista também foi denunciados duas vezes por corrupção e corre o risco de sofrer uma terceira denúncia, pois a Polícia Federal investiga irregularidades com o Decreto dos Portos. A apurações incidem sobre favorecimento a empresas do setor portuário em troca de propina. Dois operadores de Temer se tornaram réus na Justiça do Distrito Federal por organização criminosa junto com outros integrantes do MDB - o coronel João Baptista de Lima Filho e o advogado José Yunes.

Nestes dois anos, o País assistiu a profundos retrocessos sociais. A inflação também está apertando o bolso do trabalhador. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por exemplo, subiu de 16,1% para 17,6% a parcela de lares que passaram a utilizar carvão ou lenha em substituição ao gás por causa dos altos preços do gás de cozinha. Mais de 1,2 milhão de brasileiros deixaram de utilizar o gás de cozinha apenas no ano passado.

No âmbito econômico, o País tem uma taxa de desemprego de 13,1%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgados no final de abril. O Brasil fechou 2017 com mais cortes do que contratações.

Outro dado preocupante na economia é que, em janeiro deste ano, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s reduziu nesta quinta-feira a nota de crédito da dívida soberana do Brasil para BB-.  No mês seguinte, a agência de classificação de risco Fitch rebaixou o rating do Brasil a "BB-" com perspectiva estável, sobre "BB com perspectiva negativa".

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/354659/Vanessa-sobre-dois-anos-de-Temer-%E2%80%9Cnada-de-parab%C3%A9ns-apenas-p%C3%AAsames%E2%80%9D.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário