domingo, 18 de dezembro de 2016

JANDIRA: REFORMA DA PREVIDÊNCIA DE TEMER “É PARA MORRER”

Geraldo Magela/Agência Senado
Rio 247 - A deputada federal Jandira Feghali (PC do B-RJ) criticou a Reforma da Previdência, que está em tramitação no Congresso Nacional. De acordo com a parlamentar, é uma "grande mentira" a versão de que há déficit na Previdência. A congressista também afirmou que, para elaborar a proposta, o governo faz reuniões com membros do banco BBM, Bradesco, Santander, Fiespe, Ibmec, CNI (Confederação Nacional da Indústria, FMI (Fundo Monetário Internacional), e com investidores estrangeiros". "O trabalhadores não foi ouvido. É uma aposentadoria para morrer", alfinetou a parlamentar, para quem muitas pessoas não chegam aos 65 anos de idade. Jandira critica Reforma da Previdência A proposta, encaminhada pelo governo Michel Temer, aumenta a idade mínima da aposentadoria de 53 para 65 anos, tanto para homens como para mulheres, e o tempo mínimo de contribuição aumenta de 15 para 25 anos. Segundo o cálculo do governo, aos 65 anos e com 25 anos de contribuição, o valor do benefício será de 76% da média de todas as contribuições. Com 26 anos de contribuição, 77%. Com 27 anos, 78%. O percentual chega a 100% (aposentadoria integral) com 49 anos de contribuição. http://www.brasil247.com/pt/247/rio247/271087/Jandira-Reforma-da-Previd%C3%AAncia-de-Temer-%E2%80%9C%C3%A9-para-morrer%E2%80%9D.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário