quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

GOVERNISTAS IMPEDEM CONVOCAÇÃO DE MINISTROS CITADOS EM DELAÇÃO

Lucio Bernardo Junior / Câmara dos Deputados
Brasília 247 - A pauta da reunião desta quarta-feira (14) da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara incluía requerimentos de convocação dos ministros Gilberto Kassab, Moreira Franco, Raul Jungmann, Eliseu Padilha, Mendonça Filho, Ricardo Barros, Romero Jucá e José Yunes. O objetivo era falar sobre as diversas denúncias de prática de ilegalidades e crimes graves relatadas em acordo de delação premiada pelo ex-executivo da Odebecht Cláudio Melo Filho no âmbito da Operação Lava Jato. Com receio de serem aprovados os requerimentos, assessores da liderança do PMDB, do PSDB e da base aliada de Michel Temer solicitavam a todo momento aos deputados membros da comissão para não darem quórum. A prática tem ocorrido em várias sessões da comissão e já denunciada pelo presidente do colegiado, deputado Leo de Brito (PT/AC). No entanto, a truculência para que a comissão não funcione foi extrema nesta manhã, com a presença de assessores na boca do painel de presença barrando fisicamente deputados da base para não registrarem presença. Com isso, disse o deputado Jorge Solla (PT/BA), "os governistas impediram a convocação para escalação dos denunciados, todos com apelidos "carinhosos" como "Primo", "Angorá", "Kafta", "Bruto". http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/270582/Governistas-impedem-convoca%C3%A7%C3%A3o-de-ministros-citados-em-dela%C3%A7%C3%A3o.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário