sábado, 10 de dezembro de 2016

DELATOR ACUSA LÚCIO VIEIRA LIMA, O BITELO, DE EXTORSÃO

Foto: Lúcio Bernardo Jr.
Bahia 247 - O ex-diretor da Odebrecht em Brasília Claudio Melo Filho acusa o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) de extorsão. Se não recebesse dinheiro da companhia, de acordo com o delator, o parlamentar dificultaria a aprovação de uma medida provisória que interessava à empreiteira. Claudio Melo Filho conta ter mantido "contato frequente" com o deputado, que era presidente da comissão mista que discutiu a MP 613/2013. Lúcio, de codinome "Bitelo", recebeu entre R$ 1 e R$ 1,5 milhão, segundo o ex-diretor da Odebrecht, que disse não se lembrar do valor com exatidão. "Embora o pedido de contribuição financeira tenha sido feito pelo parlamentar acima com fundamento em necessidade de custear despesas de campanhas eleitorais, ficou claro que o não atendimento ao pedido traria dificuldades na aprovação da MP 613", conta o delator. Confira aqui o documento da sua delação. O trecho que fala de Lúcio Vieira Lima está na página 44. http://www.brasil247.com/pt/247/bahia247/269816/Delator-acusa-L%C3%BAcio-Vieira-Lima-o-Bitelo-de-extors%C3%A3o.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário