sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

ALVO DE VEJA E ISTOÉ, GILMAR VIRA BOLA DA VEZ


247 - Alvo de denúncias das revistas Veja, da Editora Abril, e IstoÉ, da Editora Três, neste fim de semana, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes virou a bola da vez.

A Veja noticia que o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), de propriedade de Gilmar, recebeu R$ 2,1 milhões em patrocínios do empresário Joesley Batista, da JBS.

Segundo a publicação, "nos últimos dois anos, Gilmar e Joesley mantiveram uma parceria comercial e uma convivência amigável, a ponto de se visitarem em Brasília e São Paulo, trocarem favores, compartilharem certezas e incertezas jurídicas e tocarem projetos comuns".

Já a IstoÉ aponta uma "suspeita transição de Gilmar Mendes", numa reportagem em que a revista disse ter "acesso ao inquérito que investiga a venda irregular de uma universidade que pertenceu ao ministro do STF para o governo do Mato Grosso".

Segundo a IstoÉ, "o Ministério Público vê indícios de ilegalidades no negócio de R$ 7,7 milhões e está para formular a denúncia".

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/332525/Alvo-de-Veja-e-Isto%C3%A9-Gilmar-vira-bola-da-vez.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário