sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Ministro foge para não explicar corte de verbas para programas sociais


Foto: Will Shutter

Um incidente provocado pelo ministro Osmar Terra, do Desenvolvimento Social, marcou nesta quarta-feira (4) a sessão da Comissão de Seguridade da Câmara, convocada para discutir o orçamento dos programas sociais para 2018.

O ministro se recusou a debater com os deputados a proposta orçamentária que está no Congresso, alegando que tinha outro compromisso e que o governo enviará em duas semanas uma nova proposta.

Deputados do PT presentes na reunião protestaram imediatamente contra o descaso do ministro que reflete o pouco caso do Governo Temer com as políticas sociais.

Para o deputado Bohn Gass (PT-RS), a atitude do ministro foi muito grave. “Além dele não prestar os esclarecimentos para o qual foi chamado, deixou o recinto às pressas, deixando no vácuo pessoas que se deslocaram de longe para ouvi-lo. Isso é um desrespeito. Vamos levar o caso à Mesa Diretora da Casa, ao plenário, isso é muito grave”, protestou.

O deputado Pepe Vargas (PT-RS) reclamou imediatamente: “Como assim? Sair à francesa??? Sem dar explicação alguma ?”.

O deputado Patrus Ananias (PT-MG) também manifestou “frustração” com o ocorrido. Todos acusaram o ministro de desrespeitar a Câmara.

Para o deputado Padre João (PT-MG), “se o ministro não tem disponibilidade para ouvir o Parlamento, é melhor que ele não se apresente. Discordamos da maneira como ele apresentou os dados, olhando apenas para o passado, desconsiderando a ampla participação social que envolve os programas. O ministro não tinha o direito de dizer o que bem entende e não ouvir sequer um contraponto ao que foi apresentado”.

O embate durou aproximadamente dois minutos e o ministro se retirou da comissão.

PT na Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário