domingo, 20 de novembro de 2016

"SE TIVESSE UM PINGO DE RESPEITO, TEMER DEMITIRIA GEDDEL E PEDIRIA DESCULPAS AO POVO"

Agencia Camara Ceará 247 – "Se tivesse um pingo de respeito pela opinião pública, o presidente golpista Michel Temer não teria outra alternativa a não ser demitir imediatamente o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e pedir desculpas ao povo pela comprovada prática de coação e pressão por interesses próprios, dentro do Governo Federal". A avaliação é do deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE), que destaca a ampla repercussão do pedido de demissão do ministro da Cultura, Marcelo Calero, que saiu do governo denunciando em entrevistas ter sido vítima do estilo "truculento" de Geddel, interessado em que o Iphan liberasse a construção de um edifício perto de área tombada pelo Patrimônio em Salvador, contra parecer técnico que negou a construção.
"Esse caso se tornou o escândalo deste final de semana e é, infelizmente, apenas mais um dos vários episódios escandalosos e lamentáveis que mostram como são as coisas no 'governo Temer', que por si só já começou com o escândalo de um vice-presidente conspirador e de desrespeito à democracia e a 54 milhões de votos", ressalta Chico Lopes.
"Quem desrespeitou a Constituição, a democracia e o povo brasileiro não tem moral nem respeito pela lei, pelo espírito público, pelos princípios que deveriam nortear a administração pública, de legalidade e impessoalidade, e não de ministros agindo em interesse próprio", acrescenta o parlamentar cearense, para quem a situação de Geddel como ministro é insustentável.
"Se Temer não demitir Geddel, estará dizendo que, além de ser golpista e conspirador, ele concorda que seus ministros mais diretos usem o governo como instrumento para obter lucro e atender a interesses pessoais, não da sociedade", reforça Lopes, sobre o ministro da Secretaria de Governo, que admitiu ter comprado um apartamento no prédio cuja construção foi proibida pelo Iphan, que teria recomendado a mudança do projeto de edifício, de 30 para 13 andares. O apartamento, segundo a imprensa, custaria nada menos que R$ 2,5 milhões.
Edifício do governo golpista vai ruindo
"Nessa conversa sobre prédio de tantos andares, sobre apartamento de tantos milhões de reais, fica claro que o que vai ruindo, e rapidamente, é o edifício do governo Temer", aponta Chico Lopes.
"É um governo absolutamente rejeitado pela sociedade, pela forma como começou, com um golpe de estado, por todos os ataques à educação, à saúde e aos serviços públicos, com a PEC 241, a MP da reforma do Ensino Médio e tantas outras. E ainda por manter nomes como Romero Jucá na liderança do governo e Geddel Vieira Lima como ministro, mesmo com uma denúncia tão grave, que deveria suscitar questionamento sobre a própria permanência do presidente, que não tem a menor condição de continuar respondendo como dirigente maior do País".
http://www.brasil247.com/pt/247/ceara247/266250/Se-tivesse-um-pingo-de-respeito-Temer-demitiria-Geddel-e-pediria-desculpas-ao-povo.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário