sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Num saio! Num saio e Num saio mesmo, ache ruim se queiser

GEDDEL PROCURA MORENO, DO GLOBO, E DIZ QUE NÃO ARREDA PÉ DO GOVERNO


247 – Prestes a ser denunciado por advocacia administrativa e tráfico de influência, Geddel Vieira Lima procurou, na noite de ontem, o jornalista Jorge Bastos Moreno, do Globo, e disse que não sai do governo Temer, que começa a desmoronar junto com ele e com seu espigão de 107 metros na Bahia. "Segundo Geddel não há motivo nenhum para ele pedir demissão e disse não temer supostas gravações que Marcelo Calero teria feito de suas conversas", escreveu Moreno. Abaixo, post do jornalista: Amigos sugerem a Geddel pedir demissão Amigos de Geddel Vieira Lima, depois de conversarem hoje com o presidente Michel Temer, o aconselharam a pedir demissão, alegando que a sua situação tornou-se insustentável no governo, principalmente depois que Marcerlo Calero o denunciou à Polícia Federal. Agora, por volta das oito e meia da noite, o palácio do Planalto passou a acreditar nos boatos que circularam mais cedo em Brasília de que Calero teria gravado a segunda conversa que tivera com Temer, na véspera de pedir demissão. O que leva o governo a acreditar nessa versão é o relato do próprio presidente de que, depois de recebê-lo à tarde para tratar do assunto da suposta pressão de Geddel, Calero voltou ao palácio no início da noite para uma nova conversa, mas sem acrescentar nenhum fato novo, o que provocou uma certa estranheza de Temer. Na avaliação do Planalto, Calero teria pedido essa nova audiência só para gravar o presidente.
Apesar de considerar isso um fato gravíssimo, o governo diz que não teme a gravação dessa conversa , pois ela teria um contexto altamente republicano: nela, o presidente teria aconselhado o então ministro a resolver seu embate com Geddel no âmbito interno da Advogacia-Geral da União. Atualizado em 22:05 O ministro Geddel Vieira Lima negou que tivesse sido procurado por amigos para pedir demissão e atribuiu essas notícias a "assessores palacianos que acham que talvez isso seja a melhor solução para o governo, no que discordo". Segundo Geddel não há motivo nenhum para ele pedir demissão e disse não temer supostas gravações que Marcelo Calero teria feito de suas conversas. Mas considerou grave a suspeita de que o ex-ministro tenha gravado sua conversa com o presidente da República. http://www.brasil247.com/pt/247/poder/267195/Geddel-procura-Moreno-do-Globo-e-diz-que-n%C3%A3o-arreda-p%C3%A9-do-governo.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário