quarta-feira, 30 de novembro de 2016

EMPREGO COM CARTEIRA ASSINADA RECUA 2,6% NO TRIMESTRE


247 - O ritmo da redução do número de vagas com carteira assinada segue batendo recordes na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). Depois de recuar 2,4% no trimestre até setembro, na comparação com o mesmo período de 2015, a ocupação encolheu 2,6% nos três meses encerrados em outubro. Este é o resultado mais negativo da série, que começa em 2012. A piora, avaliam economistas, é reflexo da deterioração recente do setor informal, que até o início do ano vinha amortecendo a queda do emprego com carteira assinada. As informações são do Valor. "A principal expressão dessa virada aparece no trabalho por conta própria, que recua há dois trimestres móveis, após avançar em média 5,5% no primeiro semestre. Entre agosto e outubro, a queda foi de 3,2% sobre igual intervalo do ano passado, ritmo ainda mais intenso que a queda de julho-setembro, na mesma comparação, 1,7%. A eliminação de postos de trabalho mais precários - e, portanto, com menor remuneração - tem impacto também sobre a renda, que começa a cair com menor intensidade. No trimestre até outubro, a taxa de desemprego chegou a 11,8%, 2,9 pontos percentuais acima do nível observado no mesmo intervalo do ano passado, 8,9%. O avanço, assim como em setembro, só não foi maior porque a procura por emprego continua desacelerando. A força de trabalho variou 0,6%, metade da alta da população em idade ativa, 1,2%, e três vezes menos do que o ritmo observado no primeiro semestre, 1,8%." http://www.brasil247.com/pt/247/economia/267996/Emprego-com-carteira-assinada-recua-26-no-trimestre.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário