terça-feira, 7 de agosto de 2018

Haddad: o golpe deu errado, nosso projeto voltará e PDT estará conosco no 2º turno


247 –  Fernando Haddad (PT) concedeu na manhã desta terça a primeira entrevista coletiva na condição candidato a vice-presidente provisório na chapa de Lula (PT) e foi taxativo: "o golpe deu errado". Ele disse aos jornalistas representantes da mídia indepentente que uma das prioridades do novo governo do PT é reverter as ações contra o povo promovidas por Temer. O colunista Paulo Moreira Leite participou, representando o Brasil 247.

“Estão vendendo o país e cortando direitos sociais, políticos e civis do cidadão. A Constituição de 1988 está em jogo. Estamos vendo a criminalização dos movimentos sociais e o fim dos direitos trabalhistas”, disse o ex-prefeito de São Paulo. Para Haddad, não haverá tempo esperar por uma nova Constituinte para reverter os danos causados ao país, por conta da morosidade do processo de convocação.

Haddad também falou sobre o apoio de Lula no Nordeste. "O Nordeste tá fechado com Lula", conforme indicam as pequisas, o que explica o apoio Lula tem recebido por parte dos governadores do Nordeste, incluindo nomes que apoiaram o golpe contra Dilma Rousseff, como o pernambucano Paulo Câmara (PSB) e o alagoano Renan Filho (MDB). “Até quem cometeu o equívoco de tomar esta trilha (do Golpe), que alguns imaginaram que seria bom para o país, não vê outro caminho além de apoiar Lula. Acho que já há um mea culpa envergonhado sobre o que fizeram e eu não vejo condições de um político do Nordeste não apoiar Lula”, disse Haddad. “É natural que quem estivesse em outro campo reconheça o erro e apoie Lula, é inevitável que façam isso”.

Ele também falou sobre a Globo. Comentou a cena constrangedora de Miriam Leitão rebatendo, gaguejante, na medida em que frases eram "sopradas" do ponto eletrônico, as afirmações de Jair Bolsonaro em entrevista à GloboNews sobre o apoio da emissora ao golpe de 1964 (aqui). Ela registrou o pedido de desculpas do grupo em 2013, num editorial no jornal O Globo: "Nós vamos esperar mais 49 anos para que eles se desculpem pelo golpe? Nós não temos 49 anos para esperar outro pedido de desculpas da Globo".

Haddad minimizou as críticas agressivas de Ciro Gomes ao PT e a Lula e assegurou: "no segundo turno, o PDT vai estar conosco". E acrescentou: "Sempre dissemos que vamos construir a unidade possível no primeiro turno e a unidade para a vitória no segundo turno, unidas contra o projeto do sistema."

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/poder/364409/Haddad-o-golpe-deu-errado-nosso-projeto-voltar%C3%A1-e-PDT-estar%C3%A1-conosco-no-2%C2%BA-turno.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário