sábado, 7 de janeiro de 2017

DINHEIRO DA ODEBRECHT PARA SERRA JÁ ESTÁ “LIMPINHO E CHEIROSO”


Por Fernando Brito, do Tijolaço Veja o ilustre passageiro deste blog que maravilha é a moralidade brasileira. A notícia está na Folha e não é vazamento de delação. A Odebrecht deu R$ 23 milhões a José Serra na campanha presidencial de 2010 (contra Dilma, é bom que se lembre). O esquema, confessado pelo advogado do banqueiro tucano Ronaldo Cesar Coelho, consistiu no seguinte: Ronaldo passou o dinheiro para a campanha. E a Odebrecht passou o dinheiro para Ronaldo, na Suíça. Agora, Ronaldo “repatriou” o dinheiro sujo. Repatriou em termos, porque o dinheiro não veio para o Brasil, falcatrua da qual já se tratou aqui. Mas agora a grana está “limpinha e cheirosa”, devidamente legalizada. E está tudo tão bem que o advogado de Ronaldo não se constrange em contar o roteiro do dinheiro da empreiteira. Pode isso, não é, Ronaldo? A regra é clara: para o Ronaldo e para o Serra, pode. http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/274064/Tijola%C3%A7o-Dinheiro-da-Odebrecht-para-Serra-j%C3%A1-est%C3%A1-%E2%80%9Climpinho-e-cheiroso%E2%80%9D.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário