sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

ALÉM DE GEDDEL, CUI BONO MIRA GRANDES EMPRESÁRIOS


247 - Além do ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima, a Operação Cui Bono, deflagrada pela Polícia Federal nesta sexta-feira (13), também tem como alvo empresários e diretores de empresas ligadas ao setor de frigoríficos, imobiliário e concessionárias de administração de rodovias, além de operadores do mercado financeiro. Investigadores cumprem mandados de busca e apreensão no estados da Bahia, Paraná, São Paulo e Distrito Federal. A Operação Cui Bono foi deflagrada para apurar um suposto esquema de fraudes na liberação de créditos que teria ocorrido por meio da Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2013, época em que Geddel ocupava o cargo de vice-presidente de Pessoa Jurídica da instituição. Além dele, o vice-presidente de Gestão de Ativos e um servidor da CEF também estão sendo investigados. A Operação Cui Bono é um desdobramento da Operação Catilinárias, realizada de 2015. O esquema investigado foi descoberto a partir do celular do ex-deputado de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), outro dos principais operadores de Temer e que foi preso no âmbito da Operação Lava Jato. Cunha está preso em Curitiba e Geddel caiu por tentar usar o cargo para obter vantagens pessoais. http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/274957/Al%C3%A9m-de-Geddel-Cui-Bono-mira-grandes-empres%C3%A1rios.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário