quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Compradora de armas russas, Angola espera ajuda da Rússia para se tornar autossustentável


Presidente russo, Vladimir Putin, entre o presidente de Angola, João Lourenço, e a sua esposa


© Sputnik / Ramil Sitdikov

Oriente Médio e África

12:36 24.10.2019URL curta

Por Pablo Rodrigues

O Fórum Econômico Rússia-África está contando com a presença de delegação angolana, que busca se aproximar ainda mais da Rússia. As relações russas com Angola foram esclarecidas pelo assessor de imprensa do presidente angolano João Lourenço.

O secretário para os Assuntos de Comunicação Institucional e Imprensa do presidente de Angola, Luís Fernando, falou com a Sputnik Brasil no decorrer do Fórum Econômico Rússia-África sobre as relações amistosas que Angola tem com a Rússia.

Relação privilegiada com Rússia

Luís Fernando apontou o que Angola espera da Rússia e em quais áreas as duas nações estão ligadas.

"Esperamos que a Rússia, atendendo a todo seu enorme potencial, ajude Angola a dar um salto", destacou o assessor de imprensa, que adicionou que angolanos possuem "uma relação privilegiada com amigos russos. Nós compramos muitas coisas da Rússia, que são de uso corrente como armas e aviões militares, mas queremos que os investidores russos venham fazer em Angola coisas que nos tornem realmente autossustentáveis".

​Para esclarecer a autossuficiência almejada por Angola, Luís Fernando revelou que o presidente angolano deve se encontrar com o presidente da Rússia a portas fechadas ainda nesta quinta-feira (24).

"Não falo apenas em industrialização, mas no desenvolvimento concreto, como, por exemplo, a informatização da administração do governo. Então são estas coisas que nos transformam em um país verdadeiramente diferente e em um país em progresso. É isto que Angola quer, é isto que Angola no fundo vai tratar hoje no encontro restrito com o presidente Vladimir Putin."

Para o assessor, "a própria soberania e a própria existência de Angola se devem em grande medida à ajuda e ao apoio da Rússia. Portanto, a parceria com a Rússia é medida pela lealdade e fidelidade que há com Angola".

Acordos com Rússia

A delegação angolana está na Rússia para fechar acordos iniciados há um tempo. O assessor de imprensa relembrou a visita oficial do presidente angolano à Rússia em abril deste ano e detalhou que acordos estão para entrar em vigor com a Rússia.

"São entre quatro e cinco acordos, que foram negociados a nível ministerial, sendo um deles a permissão do reconhecimento mútuo dos diplomas, então quem tem estudado na Rússia, a sua formação será imediatamente reconhecida em Angola, e o inverso também. Há também outro acordo de construção de uma grande fábrica de fertilizantes em Angola para agricultura. Outro acordo se trata do domínio das telecomunicações."

Fonte: https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/2019102414685244-compradora-de-armas-russas-angola-espera-ajuda-da-russia-para-se-tornar-autossustentavel/

Nenhum comentário:

Postar um comentário