sábado, 4 de maio de 2019

Rússia continuará cooperando com Irã, apesar das ameaças de sanções dos EUA


Bushehr


© AFP 2019 / MEHR NEWS/MAJID ASGARIPOUR

Oriente Médio e África

12:54 04.05.2019URL curta

530

A Rússia continuará sua cooperação no campo da energia nuclear com o Irã, apesar das ameaças de sanções dos EUA, disse à Sputnik neste sábado o vice-ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Ryabkov.

Nesta sexta-feira, os EUA alertaram que podem impor sanções a quem fornecer assistência para expandir a usina nuclear iraniana em Bushehr.

Rússia e Irã assinaram um tratado para construir o segundo e terceiro reator da usina.

"Nenhuma ameaça de novas sanções impedirá nossa legítima cooperação mutuamente benéfica com o Irã", disse Ryabkov.

O diplomata acrescentou que a Rússia, como o Irã, possuiu "grande experiência" em viver sob as sanções dos EUA.

"Portanto, aceitamos as ameaças com confiança e não cedemos a essa chantagem. Vamos expandir e desenvolver gradualmente nossa cooperação com o Irã, inclusive no campo da energia nuclear, em total conformidade com o direito internacional e as leis nacionais de nossos países", ressaltou o vice-chanceler.

Plataforma de produção de petróleo da empresa russa Rosneft

© AP Photo / Rosneft press service

Sanções dos EUA contra Venezuela e Irã beneficiam Rússia

O Irã assinou um acordo com a Rússia para a construção da primeira usina do projeto Bushehr, o Bushehr 1, ainda em 1992. Já em 2004, os países assinaram um tratado para construir o segundo e terceiro reator da usina.

O Irã poderá usar urânio fornecido pela Rússia e sob supervisão internacional, assim como se faz com o reator que já operante em Bushehr.

O monitoramento internacional impedirá Teerã de ter acesso ao combustível usado, do qual o plutônio pode ser separado, disse o comunicado russo.

As sanções relacionadas a essa usina nuclear fazem parte de um pacote mais amplo de medidas que, segundo o secretário de Estado, Mike Pompeo, visavam cortar o caminho do Irã para a produção de armas nucleares.

Fonte: https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/2019050413809024-russia-ira-bushehr-nuclear-eua/

Nenhum comentário:

Postar um comentário