domingo, 5 de maio de 2019

Dino ironiza Bolsonaro: quer gerar mais empregos em cemitérios?

Valter Campanato/Agência Brasil

<?XML:NAMESPACE PREFIX = "[default] http://www.w3.org/2000/svg" NS = "http://www.w3.org/2000/svg" />

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ironizou o presidente Jair Bolsonaro, após o chefe do Planalto dizer que assinará na próxima terça-feira (7) um decreto permitindo que colecionadores, atiradores e caçadores transportem armas carregadas; "Quantos empregos serão gerados com essa medida ? Será que a ideia é gerar mais empregos em cemitérios?", questionou

5 de Maio de 2019 às 19:35

247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) ironizou o presidente Jair Bolsonaro, após o chefe do Planalto dizer que assinará na próxima terça-feira (7) um decreto permitindo que colecionadores, atiradores e caçadores transportem armas carregadas.

"Quantos empregos serão gerados com essa medida ? Será que a ideia é gerar mais empregos em cemitérios?", questionou o chefe do Executivo maranhense no Twitter.

Ao deixar o Palácio da Alvarada, Bolsonaro afirmou: "Vou assinar na terça-feira, às 16h. CAC não vai ter quantidade de munição. Vai poder transportar arma municiada, quebrando o monopólio também".

O arsenal e a concessão de registros para caçadores, atiradores e colecionadores de armas de fogo aumentaram 879% no período, ao passar de 8.988, em 2014, para 87.989, em 2018. Atualmente, há 255.402 licenças ativas no Brasil. O número de armas nas mãos desse grupo foi de 227.242 para 350.683 unidades, um crescimento de 54%.

Fonte https://www.brasil247.com/pt/247/nordeste/392400/Dino-ironiza-Bolsonaro-quer-gerar-mais-empregos-em-cemit%C3%A9rios.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário