terça-feira, 1 de agosto de 2017

Deputados pró-Temer ficam marcados como cúmplices do crime


Da comunicação do Avaaz – Na noite desta terça-feira as paredes externas do Congresso eleitoral exibiram uma mensagem da população: chega de corruptos que saem impunes. A projeção cinematográfica foi feita pelo movimento cívico Avaaz e pressiona os deputados para aceitarem a denúncia que torna o presidente Michel Temer réu por crime de corrupção no Supremo Tribunal Federal (STF). O Congresso deve votar se acata ou não a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nesta quarta-feira.

Diego Casaes, coordenador de campanhas da Avaaz afirma:

“Os eleitores já se decidiram: votar a favor de Temer agora é suicídio político. Uma pesquisa feita pelo Ibope sob encomenda da Avaaz nesta semana revelou que 81% dos eleitores querem que seus deputados descubram a verdade sobre Temer e protejam o Brasil dessa corrupção que está drenando os cofres públicos. Se eles nos ignorarem, serão rejeitados nas próximas eleições. Os brasileiros vão se lembrar disso em 2018.”

A projeção no Congresso é parte de uma série de ações organizadas pela Avaaz nesta semana para fazer com que os deputados ouçam a vontade de seu eleitorado em um momento em que Temer distribui favores políticos em troca de votos. Entre elas está a pesquisa encomendada ao Ibope, na qual 8 em cada 10 entrevistados concordou com a afirmação: “Acho que a denúncia é correta e o deputado que votar contra a abertura do processo é cúmplice da corrupção”.

Nesta terça de manhã, pessoas com máscaras de falsos Temer e placas de "Compro Voto" distribuíram emendas orçamentárias e dinheiro a deputados que voltavam do recesso parlamentar logo no portão de desembarque do aeroporto.

temeracao.jpg

A Avaaz também patrocinou anúncios em rádios dos currais eleitorais de deputados indecisos e estimulou seus membros a escreverem milhares de emails pressionando os parlamentares. Na quarta-feira, a ONG também convida os cidadãos a comparecerem em frente ao Congresso para exigir que Temer enfrente a lei como qualquer outro brasileiro.

Isso acontece uma semana depois do aeroporto de Brasília censurar dois anúncios da Avaaz com mensagens críticas a Temer. Os anúncios censurados podem ser vistos aqui.

“Eles podem ter nos calado ali, mas não podem deixar de ouvir a voz do povo nas redes sociais, nas ruas, ou nesta semana, quando os brasileiros exigirão que Temer responda à Justiça como qualquer outro cidadão”, diz Diego Casaes, da Avaaz.

A Avaaz é um movimento cívico global que luta pelo fim da corrupção. Tem mais 44 milhões de membros no mundo, sendo 8 milhões deles só no Brasil. Para saber mais, acesse nossa página de vitórias: https://avaaz.org/page/po/highlights

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/309516/Deputados-pr%C3%B3-Temer-ficam-marcados-como-c%C3%BAmplices-do-crime.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário