quinta-feira, 2 de março de 2017

NA RECESSÃO DE TEMER, VENDAS DE VEÍCULOS CAEM 15,7% EM FEVEREIRO

- Dados divulgados nesta quarta-feira, 1º, pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) mostram que a recessão provocada com a ascensão de Michel Temer está longe de fato longe de chegar ao fim, como tenta fazer crer ao mercado o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.
As vendas de veículos novos no Brasil tiveram queda de 15,7% em fevereiro na comparação com o mesmo mês de 2016. Em fevereiro, foram emplacados 204.938 carros, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e outros veículos no país, queda de 8,6% em relação a janeiro, mês que teve quatro dias úteis a mais. No acumulado do ano, a queda das vendas de veículos chega a 14,9% na comparação com os dois primeiros meses de 2016.
Segundo a Fenabrave, se se considerar apenas automóveis e comerciais leves, a queda nas vendas é de 6,8% em relação a fevereiro de 2016 e de 7,8% ante janeiro. No acumulado do ano, a queda nesses dois segmentos é de 5,4%.
"Dificuldades como essas, agregadas ao baixo índice de confiança, fizeram com que as famílias e as empresas se retraíssem em relação ao consumo, retardando a tomada de decisão para a compra de veículos novos", disse o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/282901/Na-recess%C3%A3o-de-Temer-vendas-de-ve%C3%ADculos-caem-157-em-fevereiro.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário