quarta-feira, 23 de novembro de 2016

STF ABRE 8º INQUÉRITO CONTRA LÍDER DO GOVERNO, QUE DEFENDEU 'ESTANCAR A SANGRIA'

Ana Volpe 247 - O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta quarta-feira, 23, a abertura de mais um inquérito contra o senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo Michel Temer no Senado.
O inquérito está no âmbito das investigações da operação Zelotes e vai investigar, além de Jucá, os deputados federais Alfredo Kaefer (PSL-PR) e Jorge Côrte Real (PTB-PE), e o senador José Pimentel (PT-CE).
Jucá já era investigado em outro inquérito da Zelotes, junto com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Na nova investigação, o líder do governo, que também é presidente nacional do PMDB, é suspeito de atuar em mudanças em medidas provisórias do governo federal, em troca de vantagens indevidas.
Com o novo inquérito, Romero Jucá passa a responder a oito inquéritos no STF, sendo dois da Operação Lava Jato e um sobre fraudes na construção da Usina de Belo Monte.
Jucá deixou o cargo de ministro do Planejamento de Temer, após ser flagrado em conversas com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, defendendo um "amplo pacto" para "estancar a sangria" provocada pelas investigações da operação Lava Jato. O pacto passava pela deposição da presidente Dilma Rousseff do cargo.
http://www.brasil247.com/pt/247/poder/266901/STF-abre-8%C2%BA-inqu%C3%A9rito-contra-l%C3%ADder-do-governo-que-defendeu-'estancar-a-sangria'.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário