quarta-feira, 2 de novembro de 2016

HELENA CHAGAS: PT DEVE ENTERRAR SEUS MORTOS

247 - A jornalista Helena Chagas, do blog Os Divergentes, afirmou nessa terça-feira, 1º, que o resultado das eleições municipais mostra que o PT "tem uma única certeza, a de que precisa se reinventar".
"E, até lá, evitar a sangria de uma debandada que poderá deixá-lo menor ainda. Segurar esses quadros, sobretudo deputados e governadores, é a tarefa imediata dos principais dirigentes petistas nesse pós-eleição", diz ela, citando como exemplo o governador do Ceará, Camilo Santana, que pode ir para o PDT, numa aliança para 2018 com Ciro Gomes à frente.
Para Helena, o PT deve "enterrar os mortos" na sua reinvenção. "Enterrar os mortos, porém, pode ser a tarefa mais difícil. São os companheiros que hoje, em Curitiba e em outros lugares, respondem pelas acusações de corrupção que ajudaram a levar o partido ao fundo do poço", argumenta. "Sem acertar as contas de alguma forma com esse passado pouco meritório, vai ser difícil para o PT se reinventar. Admitir que errou e expulsar alguns por isso não é cometer harakiri", afirma, ressalvando, entretanto, que não há, até o momento, prova cabal de envolvimento do ex-presidente Lula nas denúncias de corrupção.
Ex-secretária de Comunicação Social do governo Dilma Rousseff, Helena Chagas diz que "o maior trunfo do PT, de dimensões históricas, é o seu legado social, de distribuição de renda e melhoria das condições de vida de milhões de pessoas". "A não ser que o governo Temer tenha um sucesso estrondoso em sua política de viés neoliberal – o que parece difícil em apenas dois anos – é bem possível que a memória do eleitorado comece a voltar em 2018, mas sobretudo lá para 2022. Muita calma nesta hora, portanto", afirma.
Leia na íntegra o artigo de Helena Chagas.
http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/263496/Helena-Chagas-PT-deve-enterrar-seus-mortos.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário