quarta-feira, 23 de novembro de 2016

CONSELHEIRO QUE PEDIU VISTAS SE DIZ SUSPEITO PARA AVALIAR GEDDEL

247 - O advogado José Saraiva, conselheiro da Comissão de Ética Pública da Presidência, solicitou nesta quarta-feira 23 ao presidente do colegiado, Mauro Menezes, afastamento da análise do caso do ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo), acusado de tráfico de influência.
Em ofício, Saraiva alegou "suspeição por fatos supervenientes", mas não especificou o motivo. Apenas se referiu, no documento, a "questionamentos veiculados em veículos de comunicação".
Geddel é acusado de ter pressionado o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero para liberar a construção de uma obra em Salvador, onde ele tem um apartamento de mais de R$ 2 milhões.
O colegiado decidiu na segunda-feira 21 abrir processo contra Geddel. Apesar de não ter autonomia pra punir nenhum servidor público, a Comissão pode recomendar seu afastamento ao presidente da República, Michel Temer, que já decidiu manter Geddel no cargo.
http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/266834/Conselheiro-que-pediu-vistas-se-diz-suspeito-para-avaliar-Geddel.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário