quinta-feira, 9 de novembro de 2017

'Nosso Direito é para prender menino pobre com 100 gramas de maconha', diz Barroso

Fátima Meira/Futura Press

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso criticou a forma como as pessoas são punidas no Brasil.

“Nosso Direito é feito para prender menino pobre com 100 gramas de maconha”, disse o ministro do no Fórum sobre “Combate à Corrupção e Compliance”, promovido pela Escola Brasileira de Direito (EBRADI), na ExpoTransamerica, em São Paulo, segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

Para Barroso, o direito penal brasileiro não consegue atingir quem ganha mais de 5 salários mínimos “e criou um País de ricos delinquentes”.

Barroso afirmou que a Operação Lava Jato tem tirado o véu que escondia a corrupção naturalizada no País. “É impossível não sentir vergonha com o que aconteceu no Brasil”, afirmou ele, uma das principais vozes a favor da operação na Corte.

Considerado também um dos mais rígidos em questões penais, o ministro defendeu a execução da pena em segunda instância. O STF já votou sobre o tema, mas o assunto deve voltar à Corte e alguns ministros podem mudar de ideia. “Não podemos mudar a jurisprudência de acordo com o réu”, argumentou.

Barroso também defendeu o fim do modelo amplo para foro privilegiado. “Defendo que só exista foro para casos no exercício do mandato. Isso eliminaria 80% dos casos”.

Ele afirmou ainda que existe uma “operação abafa indecente acorrendo no Brasil”.

“Parte da elite brasileira acha que corrupção ruim é a dos outros. Não há corrupção de esquerda ou de direita. (…) O financiamento eleitoral está na origem de boa parte da corrupção do Brasil”, considerou.

Fonte: https://br.yahoo.com/noticias/nosso-direito-e-para-prender-menino-pobre-com-100-gramas-de-maconha-diz-barroso-130148261.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário