segunda-feira, 23 de maio de 2016

TEMER É ALVO DE PROTESTOS NO RIO E EM SÃO PAULO

: Duas manifestações contra o governo interino de Michel Temer (PMDB) ocorreram nesta segunda (23) - uma em São Paulo e outra no Rio de Janeiro; um grupo de manifestantes protestou contra Temer na região Central de São Paulo; eles reuniram no vão livre do Masp e bloquearam um trecho da Avenida Paulista; no Rio, a manifestação ocupou a escadaria da Câmara Municipal do Rio e parte da Praça Floriano, a Cinelândia; convocado por meio das redes sociais, o protesto se uniu a um ato da CUT; outras centrais sindicais e coletivos como a Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo também participaram do ato, porém, a maioria das pessoas aparentava não ter qualquer vinculação a entidades de classe; a conversa entre Romero Jucá e Sérgio Machado deu o tom dos discursos contra Temer
23 DE MAIO DE 2016 ÀS 22:01
247 - Duas manifestações contra o governo interino de Michel Temer (PMDB) ocorreram nesta segunda-feira (23) - uma em São Paulo e outra no Rio de Janeiro.
Um grupo de manifestantes protestou contra Temer na região Central de São Paulo. Eles reuniram no vão livre do Masp e bloquearam um trecho da Avenida Paulista.Segundo os organizadores, este foi o 4° protesto denominado “Fora Temer” na capital paulista. Organizado pelas redes sociais, os manifestantes dizem não reconhecer a legitimidade do novo governo. “O áudio vazado hoje é um escândalo, revela que o verdadeiro motivo do impeachment de Dilma Rousseff era parar a Lava Jato, antes que chegasse no PMDB”, diz texto do evento no Facebook.
No Rio, a manifestação ocupou a escadaria da Câmara Municipal do Rio e parte da Praça Floriano, a Cinelândia."Golpe" era a palavra mais destacada em cartazes levantados pelos manifestantes que com palavras de ordem criticavam o governo interino. "Fora Temer" e "Temer Jamais" também marcavam os cartazes.
Convocado por meio das redes sociais, o protesto se uniu a um ato da Central Única dos Trabalhadores (CUT-Rio), que disponibilizou um carro de som com microfone aberto para que quem quisesse se manifestasse.
Outras centrais sindicais e coletivos como a Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo também participaram do ato. Porém, a maioria das pessoas aparentava não ter qualquer vinculação a entidades de classe.
A mobilização foi pautada pela divulgação da gravação do áudio de Jucá e Sérgio Machado.
Vaias eram direcionadas pela grande maioria dos presentes quando eram citados nomes como do deputado federal Eduardo Cunha, do senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, e, principalmente, de Michel Temer - todos citados no diálogo divulgado pela Folha.
Salvas de palmas foram entoadas quando era citado o nome da presidente afastada Dilma Rousseff. Os manifestantes também ovacionaram a mobilização mantida há uma semana no Palácio Gustavo Capanema e sua relação com o recuo de Michel Temer em recriar o Ministério da Cultura.
http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/234009/Temer-%C3%A9-alvo-de-protestos-no-Rio-e-em-S%C3%A3o-Paulo.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário