sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Incêndio destrói loja no Centro de Sobral


Um incêndio de grandes proporções destruiu na madrugada da quinta-feira, dia 4, a loja Freitas variedades que fica na Praça de Cuba, Centro Comercial de Sobral. Foram mais de cinco horas de intenso esforço do Corpo de Bombeiros e auxiliares para conseguir controlar as chamas e evitar que o fogo atingisse outros prédios que também vendem utensílios domésticos. Mas o esforço do Corpo de Bombeiros esbarrava nas condições precárias dos equipamentos de combate a incêndio. O Corpo de Bombeiros de Sobral dispõe apenas de três viaturas para esse tipo de ocorrência e segundo informações do próprio comando uma delas se encontrava em Fortaleza.
"Reconhecemos o esforço dos Bombeiros, mas condições são precárias. Estou preocupada com minha loja," lamentava Dalvirinha Carneiro, proprietária de uma loja situada no mesmo quarteirão. O incêndio que destruiu toda loja segundo o subcomandante do 3º BPM, major PM Argeu dos Santos, começou por volta das 23h30min, de qurta-feira e destruiu por completo o prédio da loja. Uma casa que fica ao lado da loja de edificação bastante antiga está com sua estrutura comprometida. "Não sei ainda como vou fazer para recuperar a minha casa. Vou aguardar o laudo pericial", disse Tadeu Carvalho, 59 anos, proprietário da casa de número 156, que fica ao lado do prédio destruído.
Todo estoque da loja foi consumida pelo fogo. O estoque da loja era quase 100% de material de plástico, de fácil combustão, fizeram com que as chamas atingissem três metros de alturas. Com o calor, todo o piso superior acabou desmoronando. Apesar de próximo ao prédio em chamas existir um bloco de apartamento, ninguém ficou ferido.
Para o local foram enviados além dos homens da brigada de incêndio do Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, Policiais Militares e ambulâncias do SAMU que permaneceram no local até a situação ficar sob controle. Como não houve vítimas, a perícia ficará a cargo da empresa. " Vamos fazer um levantamento, a loja é assegurada. A nossa primeira preocupação era com a vizinha, como está tudo bem, vamos trabalhar agora para recuperar nosso patrimônio," completou Edmilson Sousa.
No trabalho de combate ao incêndio foram utilizadas oito viaturas, sendo cinco do Corpo de Bombeiros de Sobral, Camocim e Fortaleza, duas cedidas pela fábrica de cimento e uma do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), além de um guindaste da secretaria da Infra-Estrutura do município, utilizado para derrubar os escombros. "Nós empregamos 20 pessoas além de equipes voluntárias para controlar as chamas. Quando o incêndio atinge médias e grandes proporções, podemos reunir grupos", explicou o capitão Moraes, que comandou a operação. De acordo com o Corpo de Bombeiros foram consumidos cerca de 100 mil litros de água. No final da quinta-feira, o trabalho se concentrou na retirada dos entulhos. Todo trabalho de retirada do material foi acompanhado de perto pelo secretário Irismar Filho, da SEINFRA.
Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário