segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Disputas políticas viram casos de Polícia e de JustiçaSobral

ZONA NORTE
O clima da campanha eleitoral também tem sido acirrado na maioria dos municípios da zona norte do Estado. Em Tianguá, Granja, Cariré, Irauçuba, Uruburetama e Viçosa do Ceará a disputa virou caso de Polícia ou de Justiça. As carreatas políticas e os comícios têm preocupado as autoridades de segurança.
Em Tianguá, por exemplo, tem sido palco de recorrentes casos de violência de cunho político desde o início da disputa, no segundo maior colégio eleitoral da região norte do Estado.
O confronto entre militantes dos candidatos à Prefeitura, Jean Azevedo (PSB) e Natália Félix (PMDB) obrigou o juiz eleitoral Péricles Victor a adotar algumas medidas, entre elas, proibir que os candidatos nunca realizem grandes eventos em locais próximos: quando um deles estiver na sede de Tianguá, o outro só poderá promover atividade em um dos quatro distritos do município. Também foi determinado que os comícios entre a sexta-feira e domingo estão proibidos.
Em Cariré, a campanha também tem trazido preocupação para a Polícia. No birô do bacharel Moacir Félix, chefe da unidade policial daquela cidade, Termos Circunstanciais de Ocorrências (TCOs) expressam como anda o acirramento da campanha. Quatro casos estão sendo investigados. Para dar tranqüilidade à população dez policiais militares chegaram para reforçar a segurança.
Em Varjota o clima também é de preocupação. O policial civil, Francisco Sousa de Farias, que assumiu a unidade há pouco mais de um mês, disse que recebe, quase que diariamente, pessoas em seu gabinete, reclamando que foram agredidas fisicamente, por integrantes de outro partido.
Na vizinha cidade de Reriutaba estão sendo esperados pouco mais de 15 mil eleitores no dia da eleição. A denúncia mais grave foi a de que um candidato a vereador estaria aliciando eleitores que se encontravam na fila de uma casa lotérica para sacar dinheiro do Programa Bolsa Família. “Recebemos a informação de que este candidato estaria dizendo para as pessoas que se ele perdesse a eleição o Bolsa Família acabaria. O caso está sendo apurado”, destaca o sargento PM Nilson Oliveira.
Em Irauçuba, a disputa é entre o candidato Antônio Evaldo Gomes e o atual prefeito Raimundo Nonato (Nonatinho), que tenta a reeleição. Um suposto atentado a um carro que transportava militantes que apoia a candidatura de Nonatinho foi o que de mais grave aconteceu. Segundo Paulo Luz, coordenador de campanha, o ataque aconteceu na estrada que liga o município ao distrito de Juá. “Foram arremessados em direção veículo pedra, garrafas, pedaços de paus, obrigando o motorista a parar. Por pouco não aconteceu uma tragédia”, afirmou.
Em Granja a disputa pelo poder já rendeu ameaça de expulsão do partido, prisão por aliciamento de eleitores e até assassinato, como foi o caso da morte de Antônio Marques, 36 anos, que, quando desmontava o equipamento utilizado num comício no distrito de Ubatuba, foi golpeado no estômago pelo pintor Pedro Cláudio Carvalho, 27. Uma das versões apresentadas é que o motivo do crime tenha sido político.
Na cidade de Uruburetama, o militar Domírio, que responde pelo policiamento da cidade, diz que houve momento de muita tensão mas os ânimos se acalmaram. “Quase todos os dias havia confronto entre militantes, por alguns dias tivemos que dividir a rua com cones e cordas para evitar as brigas”. A juíza da 23ª Zona Eleitoral, Luzia Pontes, determinou que após a realização dos comícios o público fosse disperso no local. Também está proibida a realização de carreatas.Mais informações:

Fórum da Justiça Eleitoral24ª e 121ª zonas eleitorais
Avenida Doutor Guarany, S/N, Sobral (CE)Teledenúncia, (88) 3611.1800

Por Wilson Gomes - Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário