sexta-feira, 29 de junho de 2018

O jeitinho americano de ser

Allison Johnson - Avaaz <avaaz@avaaz.org>

Para:jacintops@yahoo.com.br

22 de jun às 16:35

Queridos amigos e amigas do Brasil,
2.300 crianças foram arrancadas de seus pais e colocadas em gaiolas como parte do mais novo e doentio jogo político de Trump -- entre elas, dezenas são brasileiras.
Após um escândalo internacional, Trump disse que vai parar de separar as famílias, mas isso não muda a situação das que já foram afastadas
Essas crianças-reféns foram trancadas em gaiolas, que ficam sob luz intensa 24 horas por dia. Elas gritam "Mamãe!" e "Papai!", mas os funcionários dos centros de detenção são proibidos de encostar nelas para lhes dar um pouco de conforto. A maioria não tem advogados para liberta-las. 
Mas podemos ajudá-las agora: se 50 mil pessoas doarem nas próximas 48 horas, podemos garantir que as crianças arrancadas de suas famílias tenham um advogado que trabalhe para libertá-las e reuni-las com seus pais. Depois, vamos trabalhar dia e noite para acabar com essa política horrenda que permitiu esse horror. 
Doe o que puder para ajudar a libertar as crianças-reféns de Trump -- as arrecadações serão imediatamente transferidas a grupos trabalhando na fronteira para representar as crianças e reuni-las com suas famílias. Depois, a Avaaz atuará por todo os EUA:

VOU DOAR R$5

VOU DOAR R$10

VOU DOAR R$20

VOU DOAR R$40

VOU DOAR R$80

OUTRO VALOR

Trump tem usado essas crianças inocentes como moeda de troca num jogo político com o Congresso para forçá-los a aprovar o financiamento da construção do muro na fronteira com o México. Semanas de mentiras e revolta popular forçaram Trump a acabar com essa política doentia de separação das famílias -- mas mesmo que elas se reencontrem, as crianças continuarão presas em jaulas com seus pais, que nem animais!
Para as crianças que já foram separadas, nada vai mudar exceto pelo fato que os holofotes agora estão focando em outros assuntos, tornando ainda mais difícil conseguirem a ajuda que precisam. Não há um plano para liberar ou ajudá-las a reencontrarem seus pais, elas continuam presas em gaiolas ou tendas, dormindo sozinhas no chão frio e sem autorização para vê-los. Os efeitos psicológicos a longo prazo são assustadores.
Sem advogados, essas crianças podem ficar presas por semanas a fio, transferidas para abrigos a quilômetros de distância e seus pais podem, inclusive, serem deportados sem elas! Mas com um advogado, podemos ajudar a liberá-las e a reuni-las com suas famílias, que estão em estado de total desespero.
É de partir o coração imaginar essas crianças se abraçando petrificadas de medo -- mas podemos garantir que alguém cuide delas durante a ausência de seus pais, e intensificar a pressão com campanhas para acabar com políticas desumanas. Doe agora:

VOU DOAR R$5

VOU DOAR R$10

VOU DOAR R$20

VOU DOAR R$40

VOU DOAR R$80

OUTRO VALOR

Ouvir os áudios do choro desesperado das crianças nos centros de detenção me fizeram chorar ao imaginar meu próprio filho sozinho, sem mim, preso em uma jaula! Vamos nos unir para ajudar essas milhares de crianças imediatamente. Vamos mostrá-las que não estão sozinhas e que o mundo inteiro está preparado para lutar pelo fim desse horror indesculpável.
Com esperança e determinação,
Allison, Meetali, Danny, Nataliya, Nell, Jenny, Andrew e toda a equipe da Avaaz
Mais informações:
A comovente gravação que mostra o sofrimento das crianças separadas da família pela Imigração nos EUA (BBC)
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-44532068
49 crianças brasileiras estão separadas de pais nos EUA, mostra nova lista (Folha)
https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2018/06/49-criancas-brasileiras-estao-separadas-de-pais-nos-eua-mostra-nova-lista.shtml
EUA: Separações de crianças e pais afrontam legislação internacional (Estadão)
https://veja.abril.com.br/mundo/eua-separadas-dos-pais-criancas-dormem-em-gaiolas-e-choram-desesperadas/
Perguntas e respostas sobre a crise das crianças imigrantes nos Estados Unidos (El País)
https://brasil.elpais.com/brasil/2018/06/19/internacional/1529422956_253073.html

A Avaaz é uma rede de campanhas global de 47 milhões de pessoas que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas nacionais e internacionais. ("Avaaz" significa "voz" e "canção" em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 18 países de 6 continentes, operando em 17 línguas. Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebook ou Twitter.
Você se tornou membro do movimento Avaaz e começou a receber estes emails quando assinou a campanha "Impeça que a Amazônia vire um deserto!" no dia 2017-09-01 usando o seguinte endereço de email: jacintops@yahoo.com.br.
Para garantir que as mensagens da Avaaz cheguem à sua caixa de entrada, por favor adicione avaaz@avaaz.org à sua lista de contatos. Para mudar o seu endereço de email, opções de idioma ou outras informações pessoais, entre em contato conosco, ou clique aqui para se descadastrar.
Para entrar em contato com a Avaaz, não responda este email, escreva para nós no link www.avaaz.org/po/contact.

Nenhum comentário:

Postar um comentário