quinta-feira, 29 de março de 2018

E O FASCISMO FEZ BROTAR A FRENTE DEMOCRÁTICA


Ricardo Stuckert

A imagem simbólica da caravana de Lula pela Região Sul, captada por Ricardo Stuckert, foi a imagem que reuniu três presidenciáveis do campo progressista, um dia após o atentado fascista contra o ex-presidente; "Somos três pré-candidatos à presidência, por três partidos diferentes. Mas defendemos a democracia", apontou Manuela D'Ávila, "Nossas diferenças não vão nos impedir de sentar à mesa para enfrentar o fascismo no Brasil. Lula, Manuela, passou da hora de criarmos uma frente contra o fascismo no Brasil. Com fascismo não se conversa, não se dialoga. Se combate!", afirmou Guilherme Boulos; Lula, por sua vez, apontou a maior responsável pelo ambiente de ódio – a Globo – e deixou como mensagem que a esperança irá mais uma vez vencer o medo

247 – O atentado contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Paraná, foi o estopim para a construção de uma frente democrática, entre três candidatos do campo progressista, que, embora disputem a presidência por três partidos diferentes, discursaram juntos na noite de ontem, em Curitiba, enviando uma mensagem poderosa contra o ódio, a intolerância e o fascismo que tenta se impor no País.  "Somos três pré-candidatos à presidência, por três partidos diferentes. Mas defendemos a democracia", apontou Manuela D'Ávila, do PCdoB, "Nossas diferenças não vão nos impedir de sentar à mesa para enfrentar o fascismo no Brasil. Lula, Manuela, passou da hora de criarmos uma frente contra o fascismo no Brasil. Com fascismo não se conversa, não se dialoga. Se combate!", afirmou Guilherm

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/poder/349140/E-o-fascismo-fez-brotar-a-frente-democr%C3%A1tica.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário