terça-feira, 18 de abril de 2017

PARA FORÇAR ACORDÃO, INVESTIGADOS APOSTAM NO “QUANTO PIOR, MELHOR”

Jefferson Rudy 247 - Deputados enrolados nas investigações da Lava Jato apostam no “quanto pior, melhor” como estratégia para forçar um acordão que os beneficie. O governo já identificou esse discurso nas justificativas de aliados para votar contra as reformas ou projetos de seu interesse. Esse grupo defende a rejeição da reforma da Previdência não por convicção, mas por saber que terá implicações na economia. Dizem: “Já que estamos na lama, vamos jogar o País também”. O caos, apostam, levaria todos os setores – economia, política e Judiciário – a sentar para conversar.
As informações são da Coluna do Estadão.
http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/290866/Para-for%C3%A7ar-acord%C3%A3o-investigados-apostam-no-%E2%80%9Cquanto-pior-melhor%E2%80%9D.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário