quinta-feira, 17 de novembro de 2016

RIO TERÁ DUAS CPIS SOBRE DESMANDOS DE CABRAL

Bruno Itan 247 - No dia da prisão do ex-governador do Rio, Sergio Cabral (PMDB), deputados estaduais de oposição conseguiram o número mínimo de assinaturas para a instalação de duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), para investigar as obras de reforma do Maracanã e fazer uma auditoria dos incentivos fiscais concedidos nos últimos anos.
O pedido de CPI sobre os incentivos fiscais foi feito pela bancada de cinco deputados do PSOL. Para o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), a prisão de Cabral cria constrangimentos para os deputados, inclusive para os que integram a base do governo. O caso do Maracanã é um dos investigados pela Operação Lava Jato que sustentaram o pedido de prisão do ex-governador.
Já o pedido de CPI sobre o obra do Maracanã foi feito pela deputada Zeidan, líder do PT na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. A deputada que, desde maio, vem pedindo a instalação de uma CPI para apurar denúncias de pagamento de propina nas obras do Maracanã, mas não conseguia o número de assinaturas. “Hoje, a prisão de Sergio Cabral levou alguns deputados a assinarem”, disse a deputada.
O número mínimo de assinaturas para instalar CPIs na Alerj é 24 dos 70 deputados. O pedido de CPI do PSOL teve assinaturas de deputados de partidos como PRB, PR e Solidariedade, que eventualmente votam com o governo.
http://www.brasil247.com/pt/247/rio247/265936/Rio-ter%C3%A1-duas-CPIs-sobre-desmandos-de-Cabral.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário